Consumo excessivo de leite na infância

Fugindo um pouco dos temas que estávamos abordando até o momento, hoje iremos discorrer sobre um assunto de interesse das mamães de plantão. Um artigo bem recente publicado em março desse ano que buscou identificar o consumo de produtos lácteos pelos pequenos com dificuldades alimentares e comparar as recomendações com a idade, e ainda, buscar associações com os padrões de dificuldades alimentares.


O estudo foi realizado com 111 pacientes de 6 meses aos 14 anos de idade as crianças foram agrupadas para melhor analise das variáveis (7-12 meses, 1-3 anos, 4-8 anos e 9-13 anos). Os resultados mostraram que a dificuldade alimentar mais diagnosticada foi a seletividade alimentar, seguidas de apetite limitado e interpretação equivocada dos pais, causas orgânicas, fobia alimentar, agitação ou outras causas. A queixa principal mais presente na amostra foi criança com pouco apetite e seletiva, seguida por criança com pouco apetite e pouco ganho de peso, criança que não come alimentos sólidos e criança com ganho de peso excessivo e seletiva.


Acerca do consumo de alimentos todos os grupos etárias excederam o consumo de proteínas. O único grupo que precisou considerar o consumo de produtos lácteos para ficar adequado conforme recomendação foi o das crianças de 1-3 anos, os demais tiveram esse o consumo proteico desejado mesmo não considerando as fontes lácteas. O uso de suplementos adicionados ao leite também foram levados em consideração e percebeu-se que a adição desses componentes elevaram a ingestão proteica e excederam em até 230%. A ingestão total de leite foi maior no grupo de sete meses e três anos, sendo que a ingestão ultrapassou até 7% da recomendação.


Quando relacionados as dificuldades alimentares, mães indulgentes apresentaram maior consumo de leite se comparados a mães controladoras. Crianças forçadas para a alimentação tenderam para maior ingestão diária de leite, independentemente da idade.


Mas qual o problema desse comportamento?


Além da quantidade de proteína, produtos lácteos são ricos em gordura e calorias. O consumo excessivo pode contribuir pra o ganho de peso, sobrecarga dos rins e ao desenvolvimento de problemas hepáticos. Nos pequenos além desses fatores, problemas adicionais serão: o consumo único e exclusivo desse tipo de alimento, pouco ganho de peso, baixa soberania alimentar e risco de desenvolvimento adicionais devido a carências de micronutrientes (vitaminas e minerais). Por outro lado, pode ser observado o aumento excessivo de peso levando a obesidade.


Todo ano são desenvolvidos dezenas de fórmulas direcionadas ao público infantil. Com a promessa de melhorar a saúde e o perfil bioquímico das crianças já que elas possuem vitaminas em sua composição. São geralmente feitos a partir do leite ou para serem adicionados ao leite. Como visto no artigo nem sempre são necessárias a utilização dessas fórmulas. Já que elas podem exceder as recomendações para o público infantil.


Como agir?


Na dúvida é sempre bom procurar a orientação de um profissional qualificado para isso, já que crianças demonstram vários desafios quando se trata da introdução alimentar. Diversas estratégias podem ser utilizadas, como: a definição de horários, alimentação criativa e a liberação de eventuais guloseimas nos finais de semana. Não devem ser utilizadas estratégias compensatórias durante as refeições, ambiente estressor ou ainda métodos de distração (televisão, aparelhos de celular ou videos). Todo esse conteúdo foi elaborado com o intuito de auxiliar vocês, espero que tenham gostado!


Leonardo Prim CRN10/7731

________________________________________________________________________

Referências: Maximino, P et al. Crianças com dificuldades alimentares consomem proteínas

e suplementos lácteos em quantidades excessivas – como romper este ciclo?. DEMETRA, Rio de Janeiro, v.14: e37449, mar-2019 | 1-17. DOI: 10.12957/demetra.2019.37449.

9 visualizações

Encontrei um ótimo blog sobre alimentação saudável. Confira DicasDoBemNutri.com!

Twitter_Social_Icon_Circle_Color.png

©2018 DICASDOBEMNUTRI.COM

contato@dicasdobemnutri.com

Centro, Florianópolis, SC, Brasil