Consumo de bebidas alcoólicas x Atividade física

A ingestão de bebidas alcoólicas é um hábito comum e antigo em muitas sociedades, é a droga mais utilizada mundialmente sendo um dos mais importantes fatores de risco para a saúde da população. Cerca de 2 bilhões de pessoas em todo o mundo e mais da metade da população adulta no Brasil fazem o uso deste tipo de bebida, tal fato pode ter relação com o crescimento de marketing e propaganda das indústrias, a bebida alcoólica está presente inclusive em eventos esportivos.


Indivíduos que praticam atividades regulares são considerados desportistas e frequentam as academias por motivos estéticos ou para a manutenção da qualidade de vida saudável, sem participarem de competições diferenciando-os dos atletas. Entretanto não há um conhecimento amplo referente ao consumo de bebidas alcoólicas nesse público. Sendo assim, álcool é a única droga psicoativa que proporciona calorias (7,1 kcal/g). As bebidas alcoólicas tem em sua composição principalmente água, álcool puro e quantidades variáveis de açúcares, sua quantidade de outros nutrientes, como de proteínas, vitaminas ou minerais é em geral irrelevante, e por isso são consideradas “calorias vazias”.


Neste contexto, os carboidratos são a principal fonte de energia durante a atividade física, devido aos estoques de glicogênio que o corpo armazena. As reservas são pequenas e uma vez esgotadas, o indivíduo começa a sentir fadiga e pode ocasionar hipoglicemia. O álcool vem agravar este efeito, mesmo em quantidades pequenas influencia no metabolismo dos carboidratos no fígado e o músculo esquelético, desta forma acontece exaustão mais rápida dos estoques de glicose, diminuindo a resistência e a força em atividades que necessitam dessas reservas.


Além disso, o consumo de bebidas alcoólicas pode interferir na absorção de nutrientes importantes para o aumento de massa muscular, diminuir a secreção de hormônio do crescimento, causar desidratação por estimular a diurese. A Organização Mundial da Saúde (OMS, 2018) estabeleceu uma dose de 10g de etanol puro sendo ela padrão e não podendo ultrapassar o correspondente a duas doses por dia. É possível definir padrões de consumo como, consumo moderado, beber social, beber intenso, beber problemático, consumo compulsivo periódico de bebida (em inglês: binge drinking) e beber pesado, o “binge drinking” é determinado internacionalmente como o consumo de cinco ou mais doses de álcool em uma única ocasião associadas a intoxicação aguda, menor competência de tomar decisões e fazer julgamentos, alterações de humor, piora na qualidade de vida, tolerância ao álcool (com possibilidade de evolução para a dependência), o aumento do risco de desenvolvimento para mais de 200 patologias como doenças cardíacas, hipertensão, diabetes tipo 2 e inclusive as doenças mentais.


Sendo assim, é muito importante ficar atento na quantidade de bebidas álcoolicas ingeridas, não somente por questões estéticas, mas sim para a saúde em um todo, equilibrio é sempre a melhor opção.



Drielly boddy

Nutricionista

18 visualizações

Encontrei um ótimo blog sobre alimentação saudável. Confira DicasDoBemNutri.com!

Twitter_Social_Icon_Circle_Color.png

©2018 DICASDOBEMNUTRI.COM

contato@dicasdobemnutri.com

Centro, Florianópolis, SC, Brasil